Como começar a construir uma marca de sucesso

Este artigo era um dos primeiros da minha lista, pois nestas últimas três semanas algumas pessoas me procuraram com dificuldades e dúvidas sobre o “nome” do seu negócio. A escolha correta do nome de um negócio é vital para se começar a construir uma marca de sucesso.

O que pude aprender no decorrer desses anos é que o brasileiro tem um perfil extremamente criativo, empreendedor, de arregaçar as mãos e botar a mão na massa quando o assunto é “tentar ganhar dinheiro”. E regra geral, a grande maioria tem uma grande ideia, como: “vou começar a fazer brigadeiros para vender” ou “vou começar a vender roupas pelas redes sociais” e, sem pensar duas vezes, esse empreendedor corre para o Instagram para criar um perfil com o nome que mais “acha legal”. Pode ser que não consiga o nome de usuário disponível, mas tudo bem, ele vai lá e coloca um número para diferenciar. Depois, percorre as imagens do Google para achar alguma “imagem bonitinha” que possa representar aquele novo “negócio”. E assim, mandam bala nas postagens e “vendas” para amigos e conhecidos.

O que esse empreendedor não sabe é que começou BEM MAL o seu negócio.

Infelizmente ele só vai descobrir isso quando o tal negócio começar a crescer e ele, que vendia para 5 pessoas, agora precisa vender para 100 e vai participar de um bazar, necessitando de material impresso por exemplo. De repente uma empresa que faz o mesmo tipo de serviço já usa aquele nome na web, e ele que sonhava em abrir um website com aquele domínio já não pode mais. Tem ainda aqueles que conseguem ter um nome diferente nas redes sociais, conseguem até registrar um domínio, investem em sites ou materiais impressos e um dia acordam com uma notificação formal de um advogado de marcas e patentes. E então vem a “surpresa” de que aquele nome de negócio possui registro de marca em vigor no mesmo ramo de atuação que o seu e, ou ele muda o nome já ou sofrerá um processo judicial.

Estou CANSADA de ver vários casos assim acontecerem, todos os dias.

Eu já apaguei muitos incêndios, já atendi pessoas que choravam ao telefone, outras que estavam desoladas, frustradas, solicitando minha ajuda para contornar a situação. E para todos, eu enumero os seguintes passos para empreender corretamente e ter MUITO sucesso em qualquer projeto:

1. Liste muitos nomes para seu novo empreendimento, negócio ou projeto: trata-se da sua MARCA!

Faça uma lista de pelo menos dez nomes para seu negócio, nomes que gosta, curte e que acredita ter tudo a ver com você e seu produto ou serviço. Chamamos esse processo de “Brainstorming“, uma verdadeira tempestade de ideias. Nesta fase, caso tenha como investir, procure por um profissional qualificado para ajudá-lo com ideias criativas e pertinentes ao seu projeto. É uma fase que chamamos de “Naming”, onde profissionais encontram o nome ideal para o seu projeto respeitando todos os itens seguintes.

2. Pesquise ANTES de tomar qualquer decisão em relação à sua marca

Se já possui um nome em mente, ANTES de criar qualquer perfil em redes sociais ou gastar com impressão de itens de papelaria por exemplo, consulte os seguintes órgãos para descobrir se o seu tão sonhado nome já está registrado ou em uso.

Registro.br

O Registro.br é o registrador oficial dos domínios de internet “.com.br”. Lá você consegue consultar se o nome preferido para seu negócio já está em uso, e por qual tipo de empresa. Ter um domínio na web com o nome de seu negócio hoje é VITAL, mesmo que não vá investir na criação de um site logo de início. Não importa se vai vender biscoitos na vizinhança ou abrir uma loja enorme, registre o seu domínio e deixe ele lá guardadinho, esperando o dia que puder investir em um e-commerce. Custa apenas R$ 40 reais por ano, podendo renovar automaticamente ou não.

Junta Comercial do seu Estado

Para ter um nome de empresa único e protegido no seu Estado, é preciso saber se este nome já é usado até na junta comercial. Mesmo que não vá se tornar uma pessoa jurídica de imediato, faça a pesquisa. É inadmissível dentro de uma mesma jurisdição que duas empresas detenham o mesmo nome empresarial. Para não ter surpresas desagradáveis no futuro, pesquise antes, não custa nada!

INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial

Antes de gastar um só centavo com o seu negócio, faça uma pesquisa no banco de marcas para ver se o nome que pretende utilizar já está registrado por outra empresa, em âmbito nacional. Existem muitos profissionais especializados em marcas e patentes, geralmente advogados, que podem auxiliá-lo nesta jornada.

Ter uma marca registrada no INPI é ter uma marca protegida em Território Nacional.

Se você for uma pessoa interessada, basta ler todas as orientações do site para conseguir solicitar o registro de sua marca sozinho, sem custos de honorários advocatícios. A pesquisa é simples de ser feita, basta entrar neste site (escolha a busca “Radical” para encontrar termos parecidos deferidos, em vigor ou cancelados).

Se por acaso encontrar um nome idêntico ao que deseja usar, em uma classe de serviços ou produtos que se encaixa no seu perfil de negócios, risca o nome da sua lista e parte para o próximo! simples assim. Mesmo que não vá registrar sua marca neste momento, essa pesquisa é importante para que você não infrinja a marca de terceiros, ok?

3. Invista na criação de uma identidade visual para a sua marca

Depois de encontrar um nome “livre” nos órgão acima, é hora de não pesquisar por uma “imagem bonitinha” na web para te representar. Cuidado com plágio de imagens! Invista em um trabalho sólido de criação de identidade visual para o sucesso do seu projeto. Um profissional qualificado vai entender o seu negócio sob um ponto de vista que você desconhece e te fornecer uma base maciça de soluções. É aqui que você DEVE investir, sem medo. Com um logotipo bonito e original, e uma estratégia eficiente de comunicação, você já pode dar entrada no registro de sua marca mista (nome + logotipo) no INPI.

Se estiver sem grana para investir em uma identidade visual profissional pule para item seguinte, mas prometa que manterá esse investimento em primeiro lugar da sua lista de prioridades.

4. Encontre nomes de usuários IGUAIS para a sua marca nas redes sociais em que pretende atuar

Com um bom nome selecionado e livre de qualquer encrenca, hora de vasculhar as redes sociais para encontrar nome de usuários IGUAIS para seu projeto. Quando eu digo IGUAIS, não precisam ser exatamente iguais ao nome da sua marca, mas iguais entre si.

Vou dar um exemplo: se seu novo negócio se chama “Meu Novo Negócio” , se registrou o domínio www.meunovonegocio.com.br, vai querer ter nomes de usuários com o mesmo nome nas redes sociais, certo? Só que a realidade é cruel. Nas redes sociais, quase que terra de ninguém onde quem mais tem poder é o Sr. Zuckerberg, qualquer um registra qualquer nome de usuário como quer e quando quer. Pode ser que você encontre vários usuários como @meunovonegocio, @meunovonegocio2020, @meunovo_negocio, etc. Tente achar um nome que possa representar o seu projeto da mesma forma no Instagram, no Facebook, no Tik Tok, etc. Nem que seu nome fique @negocionovo, mas que seja o mesmo em todas as redes!

Isso fará uma grande diferença na sua comunicação com o mercado. Existe um site de pesquisa que é uma “mão na roda” para descobrir se os nomes de usuários estão livres, é o famoso https://namechk.com/

O que aprendemos com tudo isso?

E o que vem depois disso? Ah, são tantas coisas! Ao se tornar uma pessoa jurídica – o que acontece com negócios que começam a crescer – é de fundamental importância que a empresa faça uso de nome, marcas, títulos de estabelecimento ou de outro sinal distintivo que a tornem única dentro de seu ramo de atuação. Essa não é só uma questão de estratégia comercial, mas sim uma exigência legal.

Mas a melhor dica que poderia lhe dar é: antes de qualquer uma dessas ações, entre em contato comigo. Vou te ajudar em todas essas etapas, de forma transparente e indolor!

Tenho um orgulho imenso de clientes que iniciaram esse processo comigo e hoje estão comandando negócios de sucesso, abrindo pontos físicos de venda, pensando em franquias, construindo novos andares em seus locais de atuação, aumentando equipes. E tudo começou com uma boa pesquisa, um bom bate papo e muita, muita criatividade e ação!

Gostou do conteúdo? Você já sabia de tudo isso? Vou adorar saber, comente abaixo!

Daniela Zambelli

Daniela Zambelli

Publicitária, especialista em gestão de marcas, com mais de 20 anos de experiência em marketing e comunicação. Diretora de Arte da DZign® desde 2011.

Gostou? Compartilhe!